terça-feira, 2 de janeiro de 2007

Saldo de reveillon

É...

2007...

Difícil acreditar. Acho que o tempo anda fazendo mais coisas em mim do que apenas envelhecer.

Esse texto imita o título de um anterior, e talvez no final acabe tão vazio quanto ele, perto de tudo que eu realmente queria dizer, de tudo que eu senti verdadeiramente, e que nesta hora frente a tela branca acaba reduzido a poucas palavras, se perdendo da idéia original.

Será que acontece apenas comigo ou a idade vai nos deixando mais sensíveis, mais manteiga derretida? Sim. Estou mais mole. Ando me comovendo muito facilmente com as coisas. Também estou mais afiado (ainda) para perceber as pessoas. Outro balanço de final de ano. Nada difícil quando se está quase febril e de cama, com tempo pra pensar nas coisas. Também tenho mais saudade da minha família. Minha mãe especialmente.

Esse reveillon foi um dos mais fracos que já passei. Talvez pela febre, talvez pela distância da familia, mas principalmente pelo comportamento das pessoas em volta. Pela consciência triste ao olhar os telhados da cidade lá do alto e lembrar que muita gente estaria sozinha, ao ouvir as conversas em volta e só perceber egoismo, desprezo pelos outros e pouco caso.

2007 chegou bem, boas previsões, boas perspectivas, espero realmente que não seja apenas a maneira sempre esperançosa do ser humano de sonhar com um futuro melhor. Eu pretendo fazer a minha parte, seja pra minha vida pessoal melhorar, seja para a coletividade. Espero que todas as pessoas comecem a pensar um pouco mais nisso.

3 comentários:

Léo disse...

Eu tive o pior reveillon da minha vida... terminei até uma amizade, foi bem triste.
Mas quero me manter positivo em relação a 2007; e parar de me importar com essas coisas. Natal, Ano-Novo, dia dos namorados... são apenas dias como qualquer outro.
Abraços e tudo de bom pra vc, moço!

Zackie disse...

EU PASSEI MEU REVEILLON NO HOSPITAL DE CLINICAS DE PORTO ALEGRE num puta plantão de 48 horas hohoho xD

De fato nao é dos melhores i.i' Mas foi engraçado apesar dos pequenos grandes desastres que aconteceram ao longo das horas.

No mais, eu continuo cruel igual, tapada que nem uma porta e saltitante que nem um canguru i.i'

E bem, estar doente é um ótimo agravante para "low frequency receiver mode on" i.i' O importante é ficar saudavel i.i'

=*****
xau tio torik =D
E não perca esperancas em datas festivas: feriados r0x anyways xD

João Henriques disse...

Um bo(nd)m ano oo7! E um abraço forte de Portugal!!!