domingo, 21 de dezembro de 2008

pessoas são complicadas demais

Estou cansado demais pra descrever, triste demais pra explicar.
Provavelmente causaria cicatrizes mais fundas, lembraria de fatos mais sórdidos, sentiria mais raiva.
O nó no estomago já está desfazendo, a visão já não está tão turva, e o mundo não para pra que eu pule fora ou conserte as coisas com calma.
E o pior é que num dia como hoje, nem dormir eu posso pro tempo correr mais depressa.

4 comentários:

Carla Soares disse...

Parabéns pelo blog. Adorei! Fazia tempo que não entrava no meu, e só agora vi que tinha um seguidor. Tanta tecnologia me deixa meio tonta às vezes heheh Parabéns, mesmo! Vou sempre passar por aqui!

Beijo!

Windmaster A. Zack disse...

Sempre que precisar de um cafeh estamos ae o/

poetriz disse...

Ninguém melhor que Caio pra lhe aconselhar: “Vai passar, tu sabes que vai passar. Talvez não amanhã, mas dentro de uma semana, um mês ou dois, quem sabe? O verão está aí, haverá sol quase todos os dias, e sempre resta essa coisa chamada “impulso vital”. Pois esse impulso é, às vezes cruel, porque não permite que nenhuma dor insista por muito tempo, te empurrará quem sabe para o sol, para o mar, para uma nova estrada qualquer e, de repente, no meio de uma frase ou de um movimento te surpreenderás pensando algo assim como ‘estou contente outra vez’…”

Um afago nesse teu coração.
Fique triste. Doa.
Mas não pra sempre...

Bjs!

Carol disse...

*abraça*

Espero que vc fique melhor logo.