segunda-feira, 8 de maio de 2006

Mais de Marisa



Marisa Monte é, sem dúvida, uma grande diva da música brasileira. A cantora estreou em 1989, com seu primeiro álbum, auto-intitulado, para, em seguida, lançar alguns dos trabalhos já considerados clássicos da MPB, como Mais, de 1991; Cor de Rosa e Carvão, de 1994; Barulhinho Bom, de 1996; Memórias, Crônicas e Declarações de Amor, de 2002; além de Tribalistas, ao lado de Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown. E agora ela está de volta com doi novos albuns: Infinito Particular e Universo ao meu Redor

O primeiro reune várias canções inéditas que ficaram fora de outras produções. Destaque para a primeira faixa, que leva o nome do album (composição com Arnaldo Antunes e Carlinhos Braum), também para Vilarejo, Pra ser Sincero e Gerânio (composição com Nando Reis).

O segundo é uma coletânea de sambas, com diversas parcerias difíceis de se conceber. Pra quem gostava de balança pema vale a pena conferir.

Mais informações no site da Marisa

5 comentários:

Anônimo disse...

Olá!

Apesar de eu precisar de mais informações da Marisa - no sentido de que eu pouco conheço, e não no qual seja algo essencial - eu não cliquei no link.

Estranho como as coisas são.

Abraços!

Tiago

Mariana disse...

Marisa é Marisa.. mas eu só gostei das 3 primeiras múcisas :P

bjos

Rinaldo Ramone disse...

Marisa Monte é no minimo inusitada!
Diria vc que um Punk como eu, que está com os ouvidos lotados de Ramones, Sex Pistols e classic rocks como Doors e Led Zepplin não recusa ouvir Marisa Monte...
Ela é classica... gosto só das musicas mais famosas, mas é por que eu não conheço as outras!!
:D

Ingrid Steinstrasser disse...

Tu tem eles? Quero gravar! Cds hoje em dia tão muito caros! Mesmo sendo Marisa, não pago.

Ingrid Steinstrasser disse...

Ai que ótemo! Brigadão mesmo, vou combinar com a Laura então! Quanto ao José Artur, a que eu mais gosto é A Smile that Explodes. Muito boa. Sempre no repeat aqui.