quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

torpor

Então em um belo dia, sentado, pensando a respeito da vida, chegou a conclusão que tinha menos a oferecer pro mundo do que realmente gostaria. E o mundo também não apresentava todas as oportunidades esperadas. Viver era mais trabalhoso do que podia suportar. A rotina de cada dia, as tarefas, as necessidades, a burocracia cotidiana, tudo isso era extremamente chato, extremamente cansativo e tedioso. Tinha momentos de torpor, ou ao menos tentava definir assim aqueles períodos em que não fazia absolutamente nada de bom, nada de produtivo, nada que se orgulhasse depois. A maior falta era essa. E sequer sabia como resolver. Nunca adiantou tomar resoluções em contrário. O dia passava e, na manhã seguinte, continuava aquela preguiça de viver a vida, com todos os pretextos pra esquivar aqui e ali do que devia fazer. Tinha certeza das suas obrigações, tinha certeza dos objetivos, ainda que fosse algo só dele, mas não tinha forças pra lutar contra. E sabia que a vida era curta, muito menor do que precisava, o que transformava o passar dos dias numa angústia incessante. Aguardava uma epifania. Sabia que num determinado momento, a vida mostraria sua última chance. Seria capaz de percebê-la diante de seus olhos?

3 comentários:

Patapon Princess xD disse...

Faça muffins /o/

eu me orgulho dos meus xD como você que ensinou, acho que deveria se orgulhar dos seus tbém xD

hugs tio, teah xD

wild disse...

Não seria sabe pq ... Ele deu um clik no FireFox/IE e se cadastro no travian ..... hehehehehehe

A vida mostro a chance mais ele tava vendo os fake vindo na cidade dele e fazendo conta pra não estourar o cereal .. a chance se foi ... e no fim ele suprimiu =/

P. disse...

Viver era mais trabalhoso do que podia suportar,meupai entendo bem disso. Vou seguir os conselhos acima e fazer muffins vai que funciona! haha bj